A minha fotografia
Nome:

M. Eugénia Prata Pinheiro

sábado, março 13, 2010

Do blogue do Octávio Gonçalves

"Perdi o(s) professor(es)..."

Cinco anos de ataques sucessivos e soezes do socratismo à dignidade e à respeitabilidade dos professores só podiam dar nisto e em outras situações afins de violência e de degradação da vida escolar.
Quem não se recorda da tirada cínica e odiosa de Maria de Lurdes Rodrigues no início do seu mandato: "Perdi os professores, mas ganhei a opinião pública” (que, por acaso, a desditosa também não ganhou…). São, de facto, muitos os professores que a escola e o país foram perdendo ao longo destes anos, preferindo aposentarem-se, mesmo com grandes penalizações, do que verem-se enxovalhados por gentalha impreparada e prepotente.
Ao Luís e a outros colegas, que morreram no silêncio de uma amargura, frustração e revolta silenciosa, perdemo-los definitivamente e, nem sequer, somos dignos deles, porque muitos, ainda hoje, continuam a pactuar com estas políticas educativas e com esta gentalha que nos desgoverna.
É lastimável que num país inculto e politicamente narcotizado nunca se apurem responsabilidades ao mais alto nível pelas consequências das políticas imbecis que se implementam.
Porque estas situações também são a consequência das políticas da gentinha reles e medíocre que nos saiu na rifa da “boy”zada cor-de-rosa.
Mais logo, desenvolverei, no blogue do PROmova, uma análise mais desenvolvida da destruição impune da escola pública que o socratismo representa.


In Público, 12/03/2010

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home