A minha fotografia
Nome:

M. Eugénia Prata Pinheiro

quinta-feira, abril 23, 2009

Intimidações

Três alunos de Penacova cumprem serviço comunitário após manifestação na escola



Jovens de 18 anos foram constituídos arguidos pela eventual prática dos crimes de coacção após terem tentado encerrar a escola
a cadeado

A Três alunos da Escola Secundária de Penacova vão cumprir 20 horas de serviço comunitário por terem tentado encerrar a escola a cadeado durante uma manifestação contra o Estatuto do Aluno, em Novembro passado. Os estudantes, agora com 18 anos, foram constituídos arguidos pela eventual prática do crime de coacção e por proposta do Ministério Público (MP), com a concordância dos próprios, vão prestar serviço comunitário de modo a evitar uma possível acusação e condenação. Contudo, os pais e a associação de encarregados de educação da escola estão "indignados" e dizem que os estudantes "sofreram na prática uma condenação".

Retirei do Público parte da notícia, o suficiente para me indignar. Ainda bem que os pais e a associação de pais também se indignaram. Pretende-se o quê?

Foste um bom robot hoje?


2 Comments:

Blogger Nuno said...

Tenho sido um robot indignado.

A política já entrou pela escola dentro e está para ficar... Favorecimentos políticos, esses já se instalaram (em Anadia tudo é laranja e/ou de direita)
Arrogância, bajulação e elitismo é o que não falta.
Aparências, contradições e falsas revoltas foram trazidas pela avaliação da carreira docente.
O estatuto do aluno só é cumprido à risca em algumas disiplinas (nomeadamente no que toca ao regime de faltas);
professores cada vez mais arrogantes e autoritários que descarregam em cima dos alunos (salvo algumas excepções);
ME não ouve as minhas reclamações e pedidos de esclarecimento.

Se não fossem os meus colegas, se não fosse a juventude, se não gostasse de aprender, se não fosse o que de bom o secundário nos traz, acredite, já tinha abandonado a escola há muito tempo...

12:29 da manhã  
Anonymous setora said...

Nuno,
Os favorecimentos políticos vêm de longe e passam por todos os quadrantes. Se os jovens estão a tomar consciência e a rejeitar este "modo de vida", podemos ficar com a esperança de que tudo isto possa mudar.
Ainda bem que encontra pontos de apoio - alguns professores, os colegas e, sobretudo, as aprendizagens. Há desnorte por essas escolas fora e os alunos têm um papel importante a cumprir. Esse "descarregar em cima dos alunos" que refere não pode ser alterado?

5:08 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home