A minha fotografia
Nome:

M. Eugénia Prata Pinheiro

segunda-feira, junho 01, 2009

O voto

Recebi por mail diversos apelos ao voto em branco.

Desde jovem aprendi que só devemos votar branco se tal escolha estiver contemplada no boletim. Se no boletim, para além do registo de todos os partidos concorrentes, estiver mencionado o BRANCO, então podemos assinalar essa opção.

Tal não existe, pelo menos por enquanto, nos boletins de voto em Portugal. A democracia por cá é assim. Até teria sentido os votos em branco darem lugares na Assembleia da República. Lugares vazios de acordo com o método de contagem. Seria interessante.

Deixar o boletim sem qualquer marcação é abrir caminho ao aparecimento de canetas voadoras que por nós votam neste, naquele ou no outro. Há prestidigitadores que, em menos de um fósforo, votam por mim. Embora aprecie a ligeireza dos dedos desses artistas, prefiro que não me usem para demonstrar as suas habilidades.

Para votar branco só manuscrevendo no boletim BRANCO, desenhando à frente o quadradito e inserindo então a cruz marcadora. Vão anular o voto? Paciência. Não delego em ninguém.

Já vi tanta coisa!

A(pós) P(ostagem): Com esforço, talvez descubra um dos partidos do cardápio para pôr a cruz. Será mais eficaz para anular maiorias absolutas. Este PS já nem para Post Scriptum.

8 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Tem toda a razão. Sou da mesma opinião e por isso alerto as pessoas para esse facto.
Tb eu já vi muita coisa...

Maria

7:16 da tarde  
Blogger Cristina Ribas said...

Concordo inteiramente!
E, para além disso, estamos com uma oportunidade de realizar um Compromisso pré-eleitoral que nos dá a possibilidade de responsabilizar os políticos, de debater as questões da educação e de fazer chegar a Escola mais aos gabinetes, mesmo que se conseguisse uma maioria de brancos, seria adiar essa discussão! É agora dizer não a estes políticos desastrosos e voltar a dizer não se depois alguém se atrever a fazer o mesmo! É a nós que cabe a limpeza da classe política mas de outra forma, pela nossa intervenção!

8:35 da tarde  
Blogger Cristina Ribas said...

No dia da manifestação fui ao palco e voltei mas já não te vi! Queria pelo menos dar-te um beijinho e desejar que tudo corra bem por estes dias!

8:36 da tarde  
Anonymous setora said...

Pois é, Maria, "sabedoria" que vem da experiência. E esta campanha por mail cheira-me a esquisito.

11:26 da tarde  
Anonymous setora said...

Cristina,
Fui ter com professores vindos do Porto.
Logo darei notícias.
Um abraço

11:31 da tarde  
Blogger bugsnaEDucação said...

Maria Eugénia,
Tenho passado com alguma frequência sem nunca deixar rasto (vida de correrias!). Aprecio a forma e a substância da escrita, bem como a atitude séria e vertical.
Hoje, achei este poste tão útil e bem escrito que não só comento como vou, com um retórico pedido de licença, ampliar no nosso jardim.
Obrigada

8:03 da manhã  
Blogger bugsnaEDucação said...

Quase avó,
Que seja uma hora pequenina para a mãe e uma vida longa e linda para o rebento.

3:37 da tarde  
Anonymous setora said...

Obrigada,bugs.
Até aqui tem estado tudo bem. Daqui a dias, espero que poucos...

8:53 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home