A minha fotografia
Nome:

M. Eugénia Prata Pinheiro

quarta-feira, junho 10, 2009

10 de junho - insuflado gótico

Liga-se a televisão de manhã e cai-se nas cerimónias.

Aos desfiles seguem-se os discursos. O do António Barreto que presidiu à organização não deve ter sido protocolar. Não se falou mais dele. E eu, que gostei, espero poder lê-lo amanhã no jornal. O do Presidente da República não consegui ouvir. Logo nas primeiras palavras puxou do Nuno Álvares Pereira e estes heróis guerreiros e santificados rolham-me os ouvidos. Preconceito meu.

Às armas, às armas... ufa, safa, safa. O "Acordai" do coro levantou os condecorados. Ex-ministros da educação, ex-secretários do estado da dita e uma dona da atual comissão de avaliacão, ah. Deve ter sido a indicação da inefável Maria de Lurdes, na esperança de um dia subir a recolher a medalha, ladeada pelos também inefáveis Walter e Pedreira. Acho que foi à esperança que o Presidente da República apelou.

Acabou num fandango escalabitano.

AP Aqui fica a ligação para o discurso de António Barreto.

2 Comments:

Blogger Ramiro Marques said...

Olá!
Já publiquei link para o discurso do António Barreto.
Bom descanso.

5:57 da tarde  
Anonymous setora said...

Obrigada, Ramiro.
Já fiz a ligação.
Bom descanso também por aí.

7:43 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home