A minha fotografia
Nome:

M. Eugénia Prata Pinheiro

segunda-feira, dezembro 04, 2006

Substituições, parte V - engano de alma

Engano de alma, ledo e cego, que a fortuna não permitiu que durasse.

Voltamos ao mesmo! Passavam já dez minutos do início do tempo quando vieram convocar-me para uma substituição de Educação Musical com plano.Plano impossível de cumprir por quem não fosse da área. Por sugestão da funcionária, levei para a aula umas fichas da disciplina que os alunos poderiam preencher.

Olhando as folhas pelo caminho deparei com palavras que jazem nas minhas memórias remotas. Breves, semi-breves, mínimas, semínimas, colcheias... clave de sol e de fá. Até me puseram a aprender solfejo e piano mas, aos cinco anos, quando a professora me bateu com força com o lápis nos dedos castigando uma falha, pedi-lhe para ir à casa de banho e desapareci porta fora. Acabou ali a minha carreira de pianista. Nunca mais foi matéria para que voltasse a minha atenção.

Apenas cinco alunos tinham tido paciência para esperar pela aula e aproveitámos para rever a formação de palavras e questões de sintaxe.

O colega de Educação Musical está a usufruir da sua licença por matrimónio. Não pôde partir para a cerimónia sem deixar plano para todas as aulas a que iria faltar.

Sem planos de aulas é proibido casar.

O Conselho Executivo entendeu como obrigatório numerar e sumariar na disciplina as duas ou três aulas por turma a que o professor faltará. E como não entendeu necessário destacar alguém da área para estas substituições, lá vai o franco atirador que esteja de plantão cumprir este engano. Faz de conta que a aula foi dada, faz de conta que as matérias foram correctamente tratadas.

E a estatística das aulas de substituição com plano vai ser magnífica e a senhora ministra vai medalhar esta gestão astuciosa.

Sem planos de aulas é proibido casar!

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

e se o dito professor de educação musical se tivesse "marimbado" (desculpem os mais sensíveis ) para os planozinhos-essenciais das aulas? Será que a senhora ministra delegava uns quantos "securitas" para ir à igreja e dizer "óhh pssst oh m'nino, sem planos nada feito! "

este blogue é muito bom. é muito bom.

10:42 da tarde  
Blogger Setora said...

Obrigada pelas visitas e comentários.

Apanhou o ridículo da situação.

Vamos tomando uns chazinhos...

7:06 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home