A minha fotografia
Nome:

M. Eugénia Prata Pinheiro

sábado, dezembro 16, 2006

Contratados precários

Embora, como antes vimos, o concurso fosse um pouco trapaceiro nos seus pressupostos, tinha na sua fase final alguma clareza. A lista estava ordenada e, à medida que apareciam horários, iam sendo atribuídos de acordo com o escalonamento. Pelo que ouvi na escola, a partir de Janeiro, passamos ao "salve-se quem puder". Poder que, ao que dizem, assenta em ter amigos nos conselhos executivos.

Nem as vítimas perceberam ainda como a coisa se processará.

Os horários a preencher serão anunciados centralmente?

Os interessados enviarão candidatura às escolas? E em que termos? Com currículo ou com o número da ordenação? Em mão, pelo correio ou pela net?

E as escolas seleccionam com que critério? Pelos lindos olhos, pelo encantador fato, pela árvore genealógica ou pelo número da ordem?

E como é que as vítimas controlam o procedimento?

Alguém sabe as respostas a estas perguntas?

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home